quarta-feira, 28 de novembro de 2012

7 dicas para entrevista de emprego



Entre muitas etapas de uma seleção de emprego, a entrevista é a mais importante e, por isso, é crucial não errar nessa hora. Algumas chances podem ser perdidas caso o profissional não tome cuidados básicos que revelam o seu conhecimento sobre a empresa e o interesse pela vaga.

7 dicas para entrevista de emprego
Para estar bem preparado não basta apenas conhecer o cargo que pretende atuar ou ter experiência acadêmica ou profissional. O sócio-diretor da FLOW, Joseph Teperman, listou 7 itens que precisam ser estudados e revistos antes de durante a seleção, que poderão te tornar a primeira escolha dos entrevistadores, confira:

1. Pesquise sobre a empresa. Pode ser óbvio seguir esse item, mas muitas pessoas se limitam a pesquisar apenas o “quem somos” ou o histórico da empresa. “Pesquisar as notícias sobre a empresa pode lhe dar detalhes valiosos”, diz Joseph. Você pode encontrar uma entrevista com o fundador da empresa ou algum gestor, que poderão te proporcionar algumas dicas sobre como é a contratação de profissionais ou o perfil desejado. Ou então, uma notícia pode mostrar alguma novidade que ainda não foi atualizada na parte institucional do site da empresa.

“Se a empresa for muito pequena, o profissional pode procurar pessoas relacionadas à ela no LinkedIn ou em outras redes sociais”, acrescenta Teperman.

2. Pesquise sobre outros stakeholders. O sócio-diretor analisa que é fundamental conhecer não apenas a empresa, mas seus clientes, seus produtos, seus distribuidores, concorrentes, fornecedores, etc. E isso vale para todas as áreas da empresa. “Por exemplo, se você é de uma área de suportes, como Recursos Humanos, pode achar que estudar esses itens não fazer sentido. Mas, se entender todas as funcionalidades e ambientes da empresa, você poderá atrair as pessoas certas, que combinem com sua empresa”.

3. Histórico do entrevistador. Pesquisar sobre o histórico de quem vai te entrevista ajuda a criar algum laço que facilita a entrevista. Conhecer a faculdade que ele se formou, listar os lugares onde já trabalhou ou até encontrar amigos em comum. Por quê? “Primeiro mostra a preparação do profissional, que estará acima da média dos candidatos. Segundo porque você poderá tirar referências com outras pessoas ou empresas que ambos já trabalharam e, por último, se você ter algo em comum com ele, poderá criar um laço, o deixará mais confortável”, afirma Teperman.

4. Vestido de acordo com a empresa. Saber para onde está indo e se vestir de acordo com o estilo da empresa mostrará o quanto você está sintonizado com ela. “Uma agência de publicidade, por exemplo, você não pode chegar de terno e gravata. Nem em um escritório de advocacia, ir de jeans”, diz Teperman. Se você nunca frequentou o local, o que é comum, você pode se basear na sua área de atuação ou, se conhecer alguém que trabalhe ou já trabalhou na empresa, perguntar a ela como as pessoas se vestem. Mas o sócio-diretor alerta: “Na dúvida, sempre é recomendável ir um grau acima”.

5. Compare a descrição do cargo com suas experiências. Para Teperman, quando você entende exatamente os desafios que terá com aquele emprego, você poderá combinar tais atividades com suas experiências passadas, facilitando a entrevista para o recrutador. Você mostrará ainda que tem competência para o cargo.

6. Veja a localização e, se possível, faça o caminho antes. Essa dica pode parecer “clichê”, mas muitas pessoas não a seguem e acabam se estressando no momento ou passando a imagem de “desdém” ao chegar atrasado na entrevista. O ideal, para o diretor, é chegar com 10 a 15 minutos de antecedência.

“Muitas vezes, quem vai entrevistar reservou um horário exato para você. Se você chegar atrasado, além de tornar sua entrevista mais curta e passar uma imagem errada, o entrevistador já estará pensando na próxima atividade, com a cabeça longe”, diz Teperman. Também não é recomendado chegar muito antes. “É desagradável deixar seu entrevistado esperando e acaba desconcentrando o recrutador, que estará realizando outras atividades no momento”.

7. Caso conheça alguém que trabalhe na empresa, converse com esta pessoa. Ela pode te dar dicas sobre cultura, valores, produtos e o clima da empresa. Isso ajudará também a verificar se você se identifica com a vaga. “Também há o segundo efeito: mostrar que você sabe se preparar ao entrevistador”, analisa Teperman. Mas, cuidado para não exagerar na hora de dar sugestões sobre o cargo ou querer mostrar conhecimento da empresa, para Teperman, pode soar arrogante.

“Provavelmente deve ser falado se for perguntado. isso é diferente de mostrar que você estudou a empresa. Se tiver alguma dúvida, tire-a na hora. Fale sobre a empresa de forma inteligente, de suas realizações, do que você pode esperar nela, do quanto você confia em seu potencial de mercado. Esse é o momento que você pode mostrar seu aprofundamento”, sugere Teperman.

Fonte: Portal do Administradores

Tags: , ,

0 Responses to “7 dicas para entrevista de emprego”

Postar um comentário

Blogs parceiros

Inscreva-se

Inscreva-se e receba as novidades no seu e-mail.

© Pô Carai. Todos os direitos reservados.